Pular para o conteúdo principal

A Comissão Cultural e a Grande Comissão

Lição nº 4 - CPAD - 3º Trim 2011
Texto Áureo: Mt. 28:19
Leitura Bíblica em Classe: Gn. 1:26-30; Mc. 16:15-18,20

I. A Missão Integral é Uma Ordenança Divina.


A missão integral é a proclamação do evangelho de Jesus, através da Igreja, levando em consideração uma visão completa do indivíduo enquanto ser tricotômico, ou seja, composto de corpo, alma e espírito. Encontramos na Bíblia a recomendação para o atendimento a todas as necessidades individuais.

  1. Corpo – 1 Co. 6:18-20 – Além do cuidado com o próprio corpo, a ação curadora de Cristo para com os cegos, coxos, mancos, surdos, enfim, doentes de modo geral, atestam a missão da igreja em orar sobre os enfermos e eles serem curados. Portanto, é evidente a missão da igreja de curar os corpos físicos das pessoas.
  2. Alma – Sl. 35:9; Mt. 16:26; At. 2:27 – O evangelho tem a missão principal de salvar a alma das pessoas da condenação eterna. O povo do Reino tem como objetivo pregar o evangelho que salva a alma do tormento eterno.
  3. Espírito – Is. 61;1-5; Rm. 8:16; Jo. 4:24 – É evidente que o espírito humano, dado por Deus (Ec. 12:7), só se sente satisfeito quando se reporta a um contato com o Senhor através da oração, da adoração e de uma relação pessoal com o próprio Espírito Santo de Deus.
O objetivo é atuarmos como agentes transformadores da sociedade (Rm. 12:2), e não apenas como um povo distinto na sociedade, que se reúne em templos para adorar a Deus. Sal da terra e luz do mundo (Mt. 5:13).

II. A Comissão Cultural é Uma Convocação à Igreja.


Culturaé todo aquele complexo que inclui o conhecimento, as crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os outros hábitos e aptidões adquiridos pelo homem como membro da sociedade.

Inicialmente, cabe à igreja distinguir traços culturais puros dos traços culturais que, na verdade, são produtos de religiões pagãs. Na cultura de muitos povos está enraizada a idolatria, manifestada, muitas vezes, através das vestes, dos ritos e das artes em seus vários campos (música, pintura, escultura, etc).

Nosso papel, enquanto igreja do Senhor Jesus, é identificar estas diferenças, orientar o povo cristão e influenciar a sociedade na adoção e preservação de uma cultura genuína, livre dos traços idólatras que permeiam a fonte da cultura de uma nação: seu povo.

A missão cultural da igreja, portanto, é a tarefa de fomentar um conjunto de ações que expressem o senhorio de Cristo por meio de habilidades naturais. É o compromisso de produzir atividades que se expressem através da família, do trabalho, das ciências, das artes e na política, o espírito cristão, reconhecendo a existência de Deus e respeitando os seus princípios.

  1. Conhecimento – Expandir o conhecimento de Deus através do rádio, televisão, jornais, revistas, sites, blogs, twitter, etc.
  2. Influenciar a crença das pessoas, no sentido de fazê-las retornar a compreensão de Deus e seu filho Jesus Cristo. Isto pode ser realizado com atividades em colégios, praças, teatros, clubes, etc.
  3. Desenvolver artes como pintura, música, escultura, filmes e peças teatrais que ressaltem a beleza da criação artística cristã, ao mesmo tempo em que apresenta a realidade da divindade e seus preceitos.
  4. Apresentar através de políticos cristãos comprometidos com o evangelho, nossa colaboração na confecção do tecido legal e normativo da nação, exprimindo desta forma, a pureza do cristianismo e sua missão restauradora da criação de Deus e, por conseqüência, de suas criaturas.
É desta forma que a igreja atende sua missão cultural. Utilizando como fonte inspiradora a Palavra de Deus, ela deve expandir sua influência no campo das artes, adotando como instrumentos os dons naturais e, obviamente, os dons espirituais.

Percebemos, então, a relação existente entre a Comissão Cultural e a Grande Comissão, melhor ainda, o ide imperativo de Cristo (Mc 16), quando atendido em sua plenitude, alcança todas as esferas da vida em sociedade, modificando e influenciando para melhor, a cultura de um povo.

III. O Senhor Jesus Comissionou-nos a Pregar, a Batizar e a Fazer Discípulos em Todo o Mundo.


A ordem de Cristo, reconhecida como a grande comissão para seus discípulos (Mc. 16:15,16; Mt. 28:19,20), deve encerrar todo empenho do povo de Deus em seu cumprimento. Ela é a essência do dever para aqueles que um dia se tornaram novas criaturas e estão conscientes da necessidade de buscar outras vidas que precisam encontrar a salvação em Jesus Cristo. A igreja, portanto, tem a missão de ser a voz de Deus nestes últimos dias, e esta voz deve ser ouvida:

ü  Denunciando o pecado - Mq 3:8 Mas quanto a mim, eu estou cheio de poder, do Espírito do Senhor, e cheio de justiça e de força, para anunciar a Jacó a sua transgressão, e a Israel o seu pecado.

ü  Anunciando a justiça de Deus - Ez 18:20 – “A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniqüidade do pai, nem o pai levará a iniqüidade do filho. A justiça do justo ficará sobre ele e a impiedade do ímpio cairá sobre ele.”

ü  Comunicando-lhes o Amor e a piedade de Deus - Sl 92:2 "de manhã anunciar o teu amor, e todas as noites a tua fidelidade".

ü  Anunciando-lhes o sacrifício remidor de Jesus na cruz - Cl 1:20 – “E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.”

ü  A salvação de Deus em Cristo Jesus - Hb 2:1 – “Portanto, convém-nos atentar com mais diligência para as coisas que já temos ouvido, para que em tempo algum nos desviemos delas. 2 Porque, se a palavra falada pelos anjos permaneceu firme, e toda a transgressão e desobediência recebeu a justa retribuição, 3 como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram;”

ü  As maravilhas que o Senhor fez - Mc 5:18-20  "Ao entrar Jesus no barco, rogava-lhe o que fora endemoninhado que o deixasse estar com ele. 19 Jesus, porém, não permitiu, mas lhe disse: Vai para tua casa, para os teus, e anuncia-lhes quão grandes coisas o Senhor te fez, e como teve misericórdia de ti. 20 Então ele foi, e começou a anunciar em Decápolis quão grandes coisas Jesus lhe fizera. E todos se maravilhavam".

ü  A tristeza de Deus por não aceitarem a salvação - Lc 19:41 – “E, quando ia chegando, vendo a cidade, chorou sobre ela,”

ü  A volta de Cristo - II Pe 3:1-5, 9-10, 12-13 - “Amados, escrevo-vos agora esta segunda carta, em ambas as quais desperto com exortação o vosso ânimo sincero; Para que vos lembreis das palavras que primeiramente foram ditas pelos santos profetas, e do nosso mandamento, como apóstolos do Senhor e Salvador. Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste. 9 O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. 10 Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. 12 Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? 13 Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça”.

ü  O dia da vingança de nosso Deus - Is 61:2 – “A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes;”

Finalmente, Deus continua com o controle das situações que envolvem a raça humana e, apesar das resistências, das recusas e indiferenças, devemos continuar cumprindo com nossa missão de transmitir a mensagem de Deus aos homens, conclamando todos ao arrependimento, a aceitação da salvação em Cristo Jesus e anunciando a chegada do dia da efetiva prestação de contas de nossas atitudes e decisões.


Fiquem bem...
Fiquem com Deus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Porteiro, Auxiliar, Diácono, Presbítero, Evangelista, Pastor. E Mais. Missionária, Bispo, Apóstolo. O Que é Tudo Isso?

De repente, somos sobressaltados com a notícia: "Mais algumas dezenas, e até centenas, de novos obreiros para servir no Reino de Deus". A notícia seria boa, se guardasse a essência dos requisitos bíblicos exigidos para novos obreiros e preservassem o propósito divino na separação de novos chamados.
Para que precisamos de porteiros? Óbvio. Para guardar as portas. Porteiro era considerado Levita, desenvolvia, também, a tarefa de arrecadador de ofertas (2 Cr. 31:14) e vigia (Mc. 13:34); Jesus menciona o porteiro como responsável pela guarda da porta do aprisco das ovelhas (Jo. 10:3; ver também Ed. 7:24). É improdutivo, uma igreja de porta única, com uma quantidade exagerada de porteiros para servir.
Para que precisamos de auxiliares? Há pessoas mencionadas na Bíblia como "cooperadores", no entanto, sem evidência de se referir a um cargo. Eram pessoas que haviam prestado algum tipo de auxílio à alguém, em algum momento específico (Fp. 2:25; At. 20:35). Pode ser até o mes…

CEADEB x ADESAL - É feio, muito feio!

Os desdobramentos do litígio entre o presidente da CEADEB e o presidente da ADESAL prossegue revitalizando as feridas causadas pelo rompimento do vínculo de alguns pastores de sua convenção (CEADEB).
No mais recente episódio, uma decisão judicial interlocutória - sem definição de mérito - tomada na ação que a CEADEB move contra a ADESAL, foi entendida como um ato de destituição do pastor Israel Ferreira do comando da Assembleia de Deus em Salvador. Sem querer entrar nas questões técnicas da decisão (deixo isto para os advogados e rábulas), a decisão não dá nada a ninguém, haja vista uma série de “condicionantes” expressos no comando judicial. Na verdade, a decisão da desembargadora é uma espécie de carta do apóstolo Paulo aos Coríntios na versão para os assembleanos baianos: “se entendam!”
Ato seguinte a decisão mencionada, o pastor Valdomiro Pereira distribui um vídeo para os obreiros assembleanos. Nele, informa (ou desinforma) a plateia que o pastor Israel Ferreira foi destituído do…

QUANDO É HORA DE MUDAR DE IGREJA

Igreja, genuinamente falando, é aquele lugar onde se reúne um grupo de seguidores de Cristo com objetivo de adorar a Deus, receber ensinamentos, evangelizar e ajudar uns aos outros (At. 2:40-47). Foi com esta clara missão em mente que o apóstolo Paulo informa-nos que Deus colocou à nossa disposição os dons espirituais, a fim de edificarmos uns aos outros e estarmos aparelhados para proclamação do evangelho. Tiago esclarece outro ponto principal da igreja, dizendo que a verdadeira religião é cuidar das viúvas e dos órfãos nas suas necessidades. Por fim, as características da igreja primitiva que a tornou marcante, referência de igreja bíblica, foi que eles tinham tudo em comum e ninguém sentia falta de nada, eram solidários no partir do pão, desfrutavam da comunhão e comungavam da doutrina dos apóstolos, esta, por sua vez, Cristocêntrica.

No domingo passado fui à igreja com minha família e contei. Numa rua com, aproximadamente, quinhentos (500) metros de comprimento, cerca de treze (13…