terça-feira, 19 de julho de 2011

A Comissão Cultural e a Grande Comissão

Lição nº 4 - CPAD - 3º Trim 2011
Texto Áureo: Mt. 28:19
Leitura Bíblica em Classe: Gn. 1:26-30; Mc. 16:15-18,20

I. A Missão Integral é Uma Ordenança Divina.


A missão integral é a proclamação do evangelho de Jesus, através da Igreja, levando em consideração uma visão completa do indivíduo enquanto ser tricotômico, ou seja, composto de corpo, alma e espírito. Encontramos na Bíblia a recomendação para o atendimento a todas as necessidades individuais.

  1. Corpo – 1 Co. 6:18-20 – Além do cuidado com o próprio corpo, a ação curadora de Cristo para com os cegos, coxos, mancos, surdos, enfim, doentes de modo geral, atestam a missão da igreja em orar sobre os enfermos e eles serem curados. Portanto, é evidente a missão da igreja de curar os corpos físicos das pessoas.
  2. Alma – Sl. 35:9; Mt. 16:26; At. 2:27 – O evangelho tem a missão principal de salvar a alma das pessoas da condenação eterna. O povo do Reino tem como objetivo pregar o evangelho que salva a alma do tormento eterno.
  3. Espírito – Is. 61;1-5; Rm. 8:16; Jo. 4:24 – É evidente que o espírito humano, dado por Deus (Ec. 12:7), só se sente satisfeito quando se reporta a um contato com o Senhor através da oração, da adoração e de uma relação pessoal com o próprio Espírito Santo de Deus.
O objetivo é atuarmos como agentes transformadores da sociedade (Rm. 12:2), e não apenas como um povo distinto na sociedade, que se reúne em templos para adorar a Deus. Sal da terra e luz do mundo (Mt. 5:13).

II. A Comissão Cultural é Uma Convocação à Igreja.


Culturaé todo aquele complexo que inclui o conhecimento, as crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os outros hábitos e aptidões adquiridos pelo homem como membro da sociedade.

Inicialmente, cabe à igreja distinguir traços culturais puros dos traços culturais que, na verdade, são produtos de religiões pagãs. Na cultura de muitos povos está enraizada a idolatria, manifestada, muitas vezes, através das vestes, dos ritos e das artes em seus vários campos (música, pintura, escultura, etc).

Nosso papel, enquanto igreja do Senhor Jesus, é identificar estas diferenças, orientar o povo cristão e influenciar a sociedade na adoção e preservação de uma cultura genuína, livre dos traços idólatras que permeiam a fonte da cultura de uma nação: seu povo.

A missão cultural da igreja, portanto, é a tarefa de fomentar um conjunto de ações que expressem o senhorio de Cristo por meio de habilidades naturais. É o compromisso de produzir atividades que se expressem através da família, do trabalho, das ciências, das artes e na política, o espírito cristão, reconhecendo a existência de Deus e respeitando os seus princípios.

  1. Conhecimento – Expandir o conhecimento de Deus através do rádio, televisão, jornais, revistas, sites, blogs, twitter, etc.
  2. Influenciar a crença das pessoas, no sentido de fazê-las retornar a compreensão de Deus e seu filho Jesus Cristo. Isto pode ser realizado com atividades em colégios, praças, teatros, clubes, etc.
  3. Desenvolver artes como pintura, música, escultura, filmes e peças teatrais que ressaltem a beleza da criação artística cristã, ao mesmo tempo em que apresenta a realidade da divindade e seus preceitos.
  4. Apresentar através de políticos cristãos comprometidos com o evangelho, nossa colaboração na confecção do tecido legal e normativo da nação, exprimindo desta forma, a pureza do cristianismo e sua missão restauradora da criação de Deus e, por conseqüência, de suas criaturas.
É desta forma que a igreja atende sua missão cultural. Utilizando como fonte inspiradora a Palavra de Deus, ela deve expandir sua influência no campo das artes, adotando como instrumentos os dons naturais e, obviamente, os dons espirituais.

Percebemos, então, a relação existente entre a Comissão Cultural e a Grande Comissão, melhor ainda, o ide imperativo de Cristo (Mc 16), quando atendido em sua plenitude, alcança todas as esferas da vida em sociedade, modificando e influenciando para melhor, a cultura de um povo.

III. O Senhor Jesus Comissionou-nos a Pregar, a Batizar e a Fazer Discípulos em Todo o Mundo.


A ordem de Cristo, reconhecida como a grande comissão para seus discípulos (Mc. 16:15,16; Mt. 28:19,20), deve encerrar todo empenho do povo de Deus em seu cumprimento. Ela é a essência do dever para aqueles que um dia se tornaram novas criaturas e estão conscientes da necessidade de buscar outras vidas que precisam encontrar a salvação em Jesus Cristo. A igreja, portanto, tem a missão de ser a voz de Deus nestes últimos dias, e esta voz deve ser ouvida:

ü  Denunciando o pecado - Mq 3:8 Mas quanto a mim, eu estou cheio de poder, do Espírito do Senhor, e cheio de justiça e de força, para anunciar a Jacó a sua transgressão, e a Israel o seu pecado.

ü  Anunciando a justiça de Deus - Ez 18:20 – “A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniqüidade do pai, nem o pai levará a iniqüidade do filho. A justiça do justo ficará sobre ele e a impiedade do ímpio cairá sobre ele.”

ü  Comunicando-lhes o Amor e a piedade de Deus - Sl 92:2 "de manhã anunciar o teu amor, e todas as noites a tua fidelidade".

ü  Anunciando-lhes o sacrifício remidor de Jesus na cruz - Cl 1:20 – “E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.”

ü  A salvação de Deus em Cristo Jesus - Hb 2:1 – “Portanto, convém-nos atentar com mais diligência para as coisas que já temos ouvido, para que em tempo algum nos desviemos delas. 2 Porque, se a palavra falada pelos anjos permaneceu firme, e toda a transgressão e desobediência recebeu a justa retribuição, 3 como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram;”

ü  As maravilhas que o Senhor fez - Mc 5:18-20  "Ao entrar Jesus no barco, rogava-lhe o que fora endemoninhado que o deixasse estar com ele. 19 Jesus, porém, não permitiu, mas lhe disse: Vai para tua casa, para os teus, e anuncia-lhes quão grandes coisas o Senhor te fez, e como teve misericórdia de ti. 20 Então ele foi, e começou a anunciar em Decápolis quão grandes coisas Jesus lhe fizera. E todos se maravilhavam".

ü  A tristeza de Deus por não aceitarem a salvação - Lc 19:41 – “E, quando ia chegando, vendo a cidade, chorou sobre ela,”

ü  A volta de Cristo - II Pe 3:1-5, 9-10, 12-13 - “Amados, escrevo-vos agora esta segunda carta, em ambas as quais desperto com exortação o vosso ânimo sincero; Para que vos lembreis das palavras que primeiramente foram ditas pelos santos profetas, e do nosso mandamento, como apóstolos do Senhor e Salvador. Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste. 9 O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. 10 Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. 12 Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? 13 Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça”.

ü  O dia da vingança de nosso Deus - Is 61:2 – “A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes;”

Finalmente, Deus continua com o controle das situações que envolvem a raça humana e, apesar das resistências, das recusas e indiferenças, devemos continuar cumprindo com nossa missão de transmitir a mensagem de Deus aos homens, conclamando todos ao arrependimento, a aceitação da salvação em Cristo Jesus e anunciando a chegada do dia da efetiva prestação de contas de nossas atitudes e decisões.


Fiquem bem...
Fiquem com Deus.

Nenhum comentário: