Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

O Reino de Deus

Neste trimestre o assunto a ser tratado nas inúmeras Escolas Bíblicas Dominicais que utilizam a lição bíblica para adultos da CPAD, é o Reino de Deus. Acredito que o objetivo é resgatar a essência cristã diante do quadro de degradação moral, social e espiritual que presenciamos em nossa sociedade, degradação esta que se faz sentir nas hostes assembleanas. Sendo assim, para iniciarmos os vários temas que serão tratados, mencionaremos alguns textos utilizados na Bíblia para tratar do assunto.
O Reino de Deus como um ambiente que alcança os salvos em Cristo.
Mt. 5:3; Lc. 9:62; Jo. 3:3; Mc. 9:1; 1 Co. 4:20.
O Milênio como o Reino de Deus implantado aqui na Terra, governado por Cristo, durante um período de mil (1.000) anos, que se iniciará após a grande tribulação.
Lc. 22:30; Ap. 17:14; 20:2-7; Dn. 2:44; Ap. 11:17.
O Reino de Deus como sendo a casa de Deus.
Lc. 23:42; Jo. 18:36; Mt. 25:34,35; Jo. 3:3; At. 14:22; Tg. 2:5.
Para compreendermos corretamente outros aspectos relativos ao "Reino d…

Aviva, ó Senhor, a Tua Obra.

Lição Bíblica nº 13 – CPAD – 2º Tri / 2011 Texto Áureo: Is. 44:3 Leitura Bíblica: At. 19.1-6,11,12,18,19
O pedido de Habacuque, transcrito para tema da lição deste domingo, reflete um pedido urgente pela restauração da confiança em Deus, mesmo diante do iminente risco de serem devastados pelos inimigos babilônicos. Todavia, o desejo exposto nos textos bíblicos elencados para alcance do objetivo proposto, nos remete a uma análise mais ampla deste assunto tão necessário nos dias de hoje.
Conceito: Avivamento vem de avivar, que significa, 1 - Dar vivacidade a. 2 - Tornar mais vivo. 3 - Fazer reviver, renovar. 4 - Fig. Animar. 5 - Realçar.
Não é conceder vida a alguém, mas, fazer com que alguém que já tenha vida e por algum motivo a tornou inerte, volte a manifestá-la. Avivamento, portanto, é “dar movimento a vida”.
A Bíblia trata sobre o avivamento nos Antigo e Novo Testamento dando ênfase a intervenção divina, seja no que diz respeito estritamente ao relacionamento com Ele (Esdras; Is. 44; Ha…

História Resumida da Assembléia de Deus

A origem da Igreja Assembléia de Deus está ligada ao surgimento do Movimento Pentecostal no início do século XX, quando as pregações do pastor W.J. Seymour chamaram atenção da população de Los Angeles, Califórnia para as verdades pentecostais relacionadas ao batismo com o Espírito Santo e o falar em outras línguas. Nessas ocasiões, Seymour costumava afirmar que a experiência do batismo e o falar em outras línguas era uma bênção para todos e não somente para a igreja primitiva. As reuniões promovidas pelo pastor eram lotadas e cheias de manifestações de dons e batismo com o Espírito Santo. Isto chamou a atenção de toda a cidade a ponto dos jornais comentarem o fato. A novidade saiu de Los Angeles e chegou a todo o país. Em Chicago, estima-se que grande parte das igrejas se tornaram pentecostais.
Foi perto de Chicago, em South Bend, que morava um jovem sueco de nome Gunnar Vingren, pastor batista que, atraído pelo avivamento pentecostal, creu e recebeu o batismo com o Espírito Santo. Num…

Parabéns à Assembleia de Deus

Em seu centenário, a Assembleia de Deus tem muito o que comemorar. Foram milhares, para não dizer milhões, de vidas transformadas pela pregação do evangelho do Senhor Jesus Cristo através das vidas de homens simples abrigados nesta importante e singela denominação. Diga-se de passagem, a maior denominação evangélica do Brasil.
Desde Gunnar Vingren e Daniel Berg, a pregação do evangelho de forma simples e poderosa por parte dos assembleanos retirou milhares de pessoas da sarjeta, libertou milhares de outras das drogas lícitas e ilícitas, restaurou famílias, educou crianças e adolescentes, foi canal de estabilização social e, enfim, do resgate de vidas para Deus, livrando-as do inferno.
As mazelas pontuais de hoje não invalidam este fato, nem tiram dessa denominação seu crédito e sua importante obra. Pelo contrário, pois, paralelo ao seu crescimento vertiginoso, era esperado que o inimigo de nossas almas infiltrasse joio no meio do trigo. Todavia, fruto do trabalho qualitativo de homens e…

Mais Claro, Impossível: "Deus Condena o Homossexualismo/Lesbianismo".

Gênesis 19:4-8
“E antes que se deitassem, cercaram a casa, os homens daquela cidade, os homens de Sodoma, desde o moço até ao velho; todo o povo de todos os bairros. E chamaram a Ló, e disseram-lhe: Onde estão os homens que a ti vieram nesta noite? Traze-os fora a nós, para que os conheçamos. Então saiu Ló a eles à porta, e fechou a porta atrás de si, E disse: Meus irmãos, rogo-vos que não façais mal; Eis aqui, duas filhas tenho, que ainda não conheceram homens; fora vo-las trarei, e fareis delas como bom for aos vossos olhos; somente nada façais a estes homens, porque por isso vieram à sombra do meu telhado”.
(Conheçamos = manter relação sexual; não conheceram =  são virgens) A evidência da degradação moral e do pecado extremo vislumbrado no texto mencionado foi o homossexualismo. Os homens não se interessaram pelas filhas de Ló, porque queriam manter relações com os anjos abrigados na casa dele. Sodoma e Gomorra foram destruídas porque seus pecados estavam no limite do suportável.
Levi…

Notícia na TV: "Jesus Está Voltando!"

Vejam abaixo. É incrível! Mas no noticiário diário não se fala de outra coisa.
   
 “Os carros correrão furiosamente nas ruas, colidirão um contra o outro nos largos caminhos; o seu aspecto será como o de tochas, correrão como relâmpagos” (Naum 2:4).
  “E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis” (Ap. 13:16-18).   “E, quando ouvirdes de guerras e sedições, não vos assusteis. Porque é necessário que isto aconteça primeiro, mas o fim não será logo. Então lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino contra reino; E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas e…

Palavra da Vez: RECONSTRUIR.

(O Que Aconteceu Com a Assembleia de Deus na Bahia - Parte Final)

O maior equívoco do tempo presente é tentar impor aos outros o que gostamos ou entendemos como “gosto de Deus”. A Bíblia Sagrada, ela é a autoridade única no que diz respeito ao “gosto de Deus”. O que precisamos é entendê-la desprovido de qualquer preconceito ou tabu. O que a Bíblia fala, fala. O que a Bíblia não fala, não fala, e se isto não responde nossas questões, que fiquemos sem respostas. Deus ainda hoje, quando quer, fica em silêncio. Precisamos parar de dizer o que a Bíblia não diz e, quando replicarmos suas Palavras, levar em consideração o que Deus é: “AMOR”. “Para o amor não há regras” (Gl 5:22,23).
Meu objetivo não é apenas colocar o “dedo em feridas”, mas ajudar no tratamento e na cura, se é que ainda há tempo para isto. “Põe a tua boca no pó, talvez, assim, ainda haja esperança”. Espero que algumas idéias tenham sido bem postas a ponto de possibilitar sua utilização na obra de Deus, seja na Assembléia de De…

Evangelho Eterno ou Produto Supérfluo?

(O Que Aconteceu Com a Assembleia de Deus na Bahia - Parte XVIII)

Formar novos discípulos. Isso foi o que nosso Senhor Jesus Cristo determinou aos seus discípulos. "Levem o meu evangelho e formem discípulos" (implícito aqui: discípulos para Ele), ou seja, seu desejo era que, após ficarmos parecidos com Ele, fizéssemos que outros, pela pregação da sua Palavra, ficassem parecidos com Ele também. A imagem e semelhança com Cristo só acontece quando absorvemos seus ensinos.
A responsabilidade dos pregadores, professores e pastores, portanto, é ensinar a Palavra de Deus. É fazer com que aqueles que os ouvem entendam o plano de Deus e se afastem do que desagrada o Senhor. É apontar o caminho, Cristo, e ao longo da jornada, dizer aos viajantes: “vamos em frente, o caminho está certo, o Senhor está conosco e o tempo de chegar está cada vez mais perto.” É chamar, animar, carregar, reanimar e sustentar a vida espiritual dos que se propõem a ir à casa de Deus (céu), lar de Jesus.
De repent…

Ah! Os Bons Obreiros. Eles Existem. E Como Sofrem.

(O Que Aconteceu Com a Assembleía de Deus na Bahia - Parte XVII)

Citei, anteriormente, a existência de bons pastores que tiveram sua chamada confirmada pelo Senhor e pela igreja, sendo aprovada pelo testemunho de vida compromissada com a ética, com a doutrina bíblica, com a sinceridade e vocação ministerial. Com o passar dos anos, esta estrutura injusta e inadequada fomentou o surgimento de clérigos problemáticos. Negligenciaram na escolha a voz de Deus e do bom senso. Descuidaram da plantação. Misturaram a água, plantaram semente diferente, acobertaram-na impossibilitando a boa cobertura do SOL DA JUSTIÇA e negociaram seus frutos. Com todo respeito e pedido de perdão aos atuais, porém, a safra de obreiros, hoje, não é boa. Os maus prevalecem, e os bons se submetem e covardemente calam.
Este silêncio, adotado pelos bons obreiros, faz com que, todos, indistintamente, sejam jogados na vala comum da inaptidão. Os bons imaginam que com seu silêncio estão colaborando com o desenvolvimento da…

Os Enviados, Os Graduados, e as Capitanias Hereditárias. Campo Bom, Campo Ruim; Pastores Cinco Estrelas, Pastores Sem Estrelas.

(O Que Aconteceu Com a Assembleía de Deus na Bahia - Parte XVI)

Aliás, uma prática estranha ao ambiente espiritual é o modo como se processa a substituição dos Superintendentes de congregações e campos. No âmbito da Convenção Estadual, apenas os campos pequenos sofrem intervenção com a indicação e/ou substituição realizada pela mesa diretora. Aí é o “pastorzinho” ou “obreirozinho” que se submete e vai, seguindo a orientação do “espírito” (observem que coloquei espírito com “e” minúsculo).
Muitos desses obreiros, que ironicamente acrescentei um diminutivo (sem referência à pessoa), atendem porque acreditam de boa-fé que estão atendendo a voz de Deus. Enquanto isso, os grandes campos só realizam trocas entre eles, isso quando realizam. Estes grandes campos são adotados pelos graduados que só deixam o comando quando seus filhos, ou na inexistência destes, quando seus apadrinhados assumem o controle e prosseguem na administração da obra de Deus como se fosse uma monarquia ou capitania hered…