segunda-feira, 8 de abril de 2013

Sem Representação, a Única Alternativa é Tentar Ganhar no Grito e na Violência

O deputado Marcos Feliciano foi "eleito" em razão dos 212.000 votos que obteve nas urnas;

O deputado Jean Willys (12.000) só foi puxado para o parlamento pelos votos obtidos por outro deputado.

O deputado Marcos Feliciano obteve os 212.000 votos pela militância de dezenas de anos na comunidade evangélica;

O deputado Jean Wyllys obteve 12.000 votos por ter se tornado uma sub-celebridade produzida pela Rede Globo em um de seus famigerados BBB's.

O deputado Marcos Feliciano é parlamentar pela força democrática de 212.000 brasileiros que, intencionalmente  e legitimamente, o nomeou para representá-los;

O deputado Jean Wyllys, com os votos intencionais e legítimos de 12.000 brasileiros, segundo as regras da Lei eleitoral brasileira, não teve força democrática para, por si só, representar qualquer segmento ou pessoa no parlamento brasileiro.

Não será por isto que Jean Wyllys quer ganhar as coisas no grito e na agressão ao regime democrático?

Aliás, como os ativistas-gays são escandalosos.

Nenhum comentário: