quinta-feira, 4 de agosto de 2011

O Espírito Que Vai Em Mim


A dicotomia deste homem que sou,
Faz-me desafios todos os dias pelas escolhas que tenho que fazer.
Traz ao meu íntimo tanta tribulação, apenas
Pelo receio da ação errada e seu preço.

Todos os assuntos que intimamente debato,
Fazem minha alma pender entre a carne e o espírito, o natural e o espiritual.
São instantes constantes que trazem à minha mente sempre o desafio de falar as palavras certas, agir da forma certa, sentir as emoções certas e assim, bem representar Deus.

Como bem disse Paulo,
Quero o bem, escolho a lei de Deus que é pura, santa e boa,
Porém, habito num corpo, numa carne que pela má influência exterior, se inclina para pecar.
Por esta razão, mergulho numa guerra sem fim que insiste em me exigir forças todos os dias.

“Quem me livrará do corpo dessa morte?” – pergunta Paulo.
“Quando terminarei a minha dor e descansarei a minha alma?” – Pergunto eu.

Apesar de tudo isto,
Minha vida insiste em caminhar trilhando conselhos e caminhos divinos.
Por mais dolorido que seja, e por mais ansioso que esteja,
Há um Espírito que vem sobre mim e consola... e renova... e inspira...

O Espírito que vem sobre mim me impede de atender as paixões carnais e fazer tudo que gostaria;
O Espírito que vem sobre mim me impede de dizer tudo quando estou com raiva;
O Espírito que vem sobre mim mostra-me ao irmão como irmão, não como um juiz.
O Espírito que vem sobre mim me impede de mil aventuras quando o mau disfarça o abismo e me apresenta um parque de diversão;
O Espírito que vem sobre mim me impede de grandes bravatas quando a platéia precisa de um espetáculo;

Este Espírito que me domina, me constrange, me cobra posição,
insiste em contar comigo mesmo com minhas fraquezas e imperfeições;
Este Espírito, do seu jeito, de sua maneira, apenas quer manifestar sua presença entre nós.
Este Espírito, que oferece à todos a afeição com Cristo, quer apenas nos fazer companhia.

Quando minha carne me atribula,
este Espírito sussurra em meus ouvidos que não me exige força,
apenas confiança.

Assim vou...
Apenas confiando que no desfecho final,
a alegria e gozo me farão esquecer todas as tribulações, humilhações e dores de minha existência.
O Espírito que vai em mim me diz isto.
E eu, apenas vou...
rumo ao infinito.

Nenhum comentário: