segunda-feira, 11 de março de 2013

O Telhado de Vidro da Globo e o do Pr. Marcos Feliciano.

A Globo, que incita os telespectadores a doarem dinheiro, através de ligações telefônicas caras, para o famigerado BBB, não pode imaginar que possui integridade moral para criticar ou fazer campanha contra o Pr. Marcos Feliciano. Da mesma forma que eles (as Organizações Globo) justificam  as doações dizendo que os telespectadores ligam voluntariamente, os ofertantes do Pastor, também o fazem voluntariamente.

Condenar o Pastor por induzir as pessoas a fazerem ofertas absurdas (como doarem um cartão com a senha de acesso), deve ter a mesma eloquência que condenar a Globo por estimular crianças, adolescentes e jovens (que, normalmente, não possuem renda própria) a assumirem dívidas por ligações telefônicas que são pagas por terceiros, muitos deles, pobres e idosos.

Da mesma forma que é reprovável a maneira como o Pr. Marcos Feliciano solicita contribuições de seus fiéis, também é reprovável o estímulo que a Globo promove para arrecadar dinheiro dos telespectadores. Poderíamos juntar aqui, também, o dizimo cobrado de seus integrantes por partido político, os jogos promovidos pela CEF, com autorização do Governo Federal, prometendo fortunas na mega sena, quina, loteria esportiva, etc.

Maldita hipocrisia.

Sim, todos temos a liberdade para protestar, contra ou a favor, contanto que seja respeitando as regras de um Estado Democrático de Direito. Porém, é hipocrisia condenar um comportamento adotado por quem condena. "Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão" (Mt. 7:5).

Não gosto dos truques utilizados por pastores, rede de televisão ou partido político para arrecadar dinheiro do trabalhador, principalmente, pais de família. No entanto, se nosso povo é convencido a doar dinheiro de toda maneira e para qualquer um, a única forma de evitarmos os oportunistas é dando aos brasileiros uma boa educação (leia-se: educação livre de qualquer ideologia).

Ao contrário do que pensa muitos "evangelicofóbicos", uma boa educação é amiga do cristianismo. Não queremos ninguém ignorante por não conhecer as letras, pois, quanto mais capacidade de pensar a pessoa tiver, melhor para compreender as verdades do evangelho.

Nenhum comentário: