sábado, 17 de dezembro de 2011

Celebremos o Natal!

Nós, cristãos de todo mundo, temos a alegia de nos juntarmos a povos, línguas e nações, a fim de lembrar o nascimento daquele que mudou a história. Abandonando os rudimentos ligados a data, ao mês, aos objetos, devemos jubilar por esta data e pelo que ela representa.

Evitemos as discussões tolas e insensatas. Outro deus não há. Logo, qualquer princípio ou dado histórico que invoquem ou vinculem esta data primaveril à uma outra divindade, deve ser por nós esquecida. Não é nossa preocupação. Nossos corações se enchem de sinceras emoções por nos trazer à memória o nascimento d'Aquele que mudou nossa vida e alterou nosso destino.

Louvado seja para todo sempre o Mestre Jesus! Ele Nasceu! E isto basta como motivo mais do que suficiente para comemorarmos e nos alegrarmos com quem quer que seja. Índio, branco, negro, mulato, mulher, homem, criança, jovem, adolescente, casado, solteiro, viúva, desquitado, divorciado.

Que nas igrejas, principlmente, cristãs, hajam apresentações teatrais retratando este episódio singular, ouçam-se canções exaltando seu nascimento, realizem festas para brindar, sorrir e dançar embalados na desejo de gratidão pelo presente tão gracioso vindo da parte de Deus para a humanidade.

Enfim, que todos os corações se unam em torno do nome JESUS!

E se quisermos exteriorizar a melhor expressão de Sua vida em nós, lembremos do outro, do pobre, do necessitado, do doente, do fraco, do preso, da viúva, do órfão, do nosso semelhante que Ele mesmo disse, "sou Eu que existo neles".

E assim, manifestemos nossa alegria e nosso júbilo em torno de uma árvore, de uma estrela, de presentes, de roupa nova ou velha, de brinquedos doados, de uma farta ou escassa ceia de natal, de famílias grandes ou pequenas. É válido em todos os povos a manifestação de alegria pelo nascimento de JESUS!

Que em todas as nações se ouçam: ELE NASCEU! JESUS NASCEU! O SALVADOR DO MUNDO NASCEU!

Ouvir falar Seu nome já é um bom começo para a salvação.

FELIZ NATAL!!!

Salvador/BA, dois mil e onze anos do nascimento do Senhor Jesus Cristo.

Nenhum comentário: