sábado, 29 de setembro de 2012

Já Expulsaram Jesus da Tua Igreja?

Responderam eles, e disseram-lhe: Tu és nascido todo em pecados, e nos ensinas a nós? E expulsaram-no (Jo. 9:34).


O templo era um dos lugares em que Jesus não era bem vindo. Parece contraditório tal afirmação, no entanto, é a mais pura verdade. Talvez seja por este motivo que Paulo, inspirado pelo Espírito Santo, alerta os Atenienses para o fato do templo estar vazio da presença do Senhor, apesar de cheio de gente.
 
No templo deveriam estar apenas "representantes de Deus". Sacerdotes sensíveis à voz do Espírito Santo que mantivessem uma contínua comunhão com o Pai e desejo sincero de obedecer aos seus conselhos. Este comportamento lhes teria dado a capacidade de conhecer e reconhecer o "Filho de Deus" quando Este lhe adentrasse as portas.
 
O problema é que invés de apenas "representantes" se tornaram "proprietários de Deus", com o agravante de não mais reconhecê-lo. Esta perda de contato e comunhão com Deus fez surgir autoridades religiosas arrogantes e orgulhosas que, prejudicados ainda mais por sua cegueira espiritual, não reconheceram o próprio Deus manifestado em seu Filho.
 
A Bíblia relata que com doze (12) anos Jesus já andava no templo discutindo com os doutores acerca da Lei de Moisés, o que demonstra a insistência de Jesus em ensinar-lhes sobre o Reino de Deus e suas características primordiais. Porém, Jesus tinha um "defeito insuperável": Ele não escondia a verdade. Em seus discursos, Jesus os confrontava. Mostrava-lhes a hipocrisia, o formalismo e a insensibilidade que precisavam abandonar para que o Pai os recebessem de volta. Isto era uma afronta!
 
Incomodados, os líderes se sentiam ameaçados em sua autoridade e viviam atormentados pela possibilidade de perder as benesses que o cargo sacerdotal lhes concediam. Jesus no templo então, definitivamente, não era bem vindo.
 
Em nossos dias os templos estão cada vez mais suntuosos e cheios de autoridades religiosas e políticas, montados em seus púlpitos ou palanques, cheios de arrogância, confiados na autoridade do poder institucional, mas, vazios de Deus. Por conseguinte, se tornaram representantes ilegítimos do Senhor.
 
Como nos templos antigos, expulsaram Jesus dos novos também. Nesses templos modernos, passarela das vaidades humanas, já não interessa o que Jesus diz. Para eles Jesus disse. Desta forma, já não mais permitem que Jesus os ensinem e, de lá, já O expulsaram. Expulsaram Jesus e serraram-lhe as portas do templo e do coração.
 
Sem querer generalizar. Faça um teste sincero. Vá à um templo religioso e procure Deus. Veja se O encontra na figura do pastor, bispo, profeta ou apóstolo, no ambiente de adoração ou no relacionamento cristão. Você terá dificuldade em percebê-lo.
 
Se quiser um conselho. Procure-O dentro de você mesmo, pois, se não encontrá-lo em seu coração (o verdadeiro templo), muito menos espere achá-lo num templo feito por mãos humanas.

Nenhum comentário: