Pular para o conteúdo principal

Uso Casual da Maconha Pode Afetar o Cérebro, diz Estudo.

Pesquisadores encontraram diferenças de forma e tamanho em regiões do cérebro ligadas às emoções e à motivação em usuários jovens da droga.
 
O uso esporádico de maconha pode afetar regiões cerebrais relacionadas ao controle das emoções e à motivação. Esta é a conclusão de um novo estudo americano, publicado nesta quarta-feira, no periódico The Journal of Neuroscience. Os resultados sugerem que o uso recreativo da droga pode levar a mudanças cerebrais anteriormente não identificadas e ressaltam a importância da pesquisa voltada para os efeitos no longo prazo para o cérebro do uso baixo ou moderado da droga.
 
A maconha é a droga ilícita mais comum nos Estados Unidos — sua venda para o uso recreativo foi recentemente legalizada em dois estados, Colorado e Washington. As consequências comumente associadas a seu uso são prejuízos para a motivação, atenção, aprendizado e memória. Estudos anteriores, realizados com animais expostos ao tetrahidrocanabinol (THC), principal componente psicoativo da droga, mostraram que o uso contínuo provocava mudanças estruturais em regiões do cérebro envolvidas com essas funções. Pouco se sabe, porém, sobre o efeito do uso moderado, especialmente em adolescentes e jovens.
 
Mudanças no cérebro — No estudo atual, os autores utilizaram ressonância magnética para comparar o cérebro de usuários de 18 a 25 anos que consumiam maconha pelo menos uma vez por semana com o de pessoas com pouco ou nenhum histórico de uso da droga. Embora avaliações psiquiátricas tenham mostrado que os participantes não eram dependentes da droga, as imagens de seu cérebro mostraram diferenças significativas. O núcleo accumbens, região do cérebro ligada ao sistema de recompensa e motivação, estava maior e com formato e estrutura alterados nas pessoas que usavam a droga.
 
Os pesquisadores também compararam tamanho, forma e densidade da amígdala, parte do cérebro que desempenha um papel importante no controle das emoções, de vinte usuários casuais de maconha e vinte pessoas que não faziam uso da droga. No primeiro grupo, os participantes tiveram que estimar o seu consumo nos últimos três meses, incluindo a quantidade de dias em que usaram a droga e a quantidade. Os cientistas concluíram que, quanto mais intenso o uso, maiores as mudanças no cérebro.
 
"Esta pesquisa sugere que até um uso leve a moderado da maconha pode causar mudanças na anatomia do cérebro", diz Carl Lupica, pesquisador do Instituto Nacional de Abuso de Drogas, nos Estados Unidos, que não participou do estudo. "Os resultados são particularmente interessantes porque os estudos anteriores analisavam o uso intenso."
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Porteiro, Auxiliar, Diácono, Presbítero, Evangelista, Pastor. E Mais. Missionária, Bispo, Apóstolo. O Que é Tudo Isso?

De repente, somos sobressaltados com a notícia: "Mais algumas dezenas, e até centenas, de novos obreiros para servir no Reino de Deus". A notícia seria boa, se guardasse a essência dos requisitos bíblicos exigidos para novos obreiros e preservassem o propósito divino na separação de novos chamados.
Para que precisamos de porteiros? Óbvio. Para guardar as portas. Porteiro era considerado Levita, desenvolvia, também, a tarefa de arrecadador de ofertas (2 Cr. 31:14) e vigia (Mc. 13:34); Jesus menciona o porteiro como responsável pela guarda da porta do aprisco das ovelhas (Jo. 10:3; ver também Ed. 7:24). É improdutivo, uma igreja de porta única, com uma quantidade exagerada de porteiros para servir.
Para que precisamos de auxiliares? Há pessoas mencionadas na Bíblia como "cooperadores", no entanto, sem evidência de se referir a um cargo. Eram pessoas que haviam prestado algum tipo de auxílio à alguém, em algum momento específico (Fp. 2:25; At. 20:35). Pode ser até o mes…

CEADEB x ADESAL - É feio, muito feio!

Os desdobramentos do litígio entre o presidente da CEADEB e o presidente da ADESAL prossegue revitalizando as feridas causadas pelo rompimento do vínculo de alguns pastores de sua convenção (CEADEB).
No mais recente episódio, uma decisão judicial interlocutória - sem definição de mérito - tomada na ação que a CEADEB move contra a ADESAL, foi entendida como um ato de destituição do pastor Israel Ferreira do comando da Assembleia de Deus em Salvador. Sem querer entrar nas questões técnicas da decisão (deixo isto para os advogados e rábulas), a decisão não dá nada a ninguém, haja vista uma série de “condicionantes” expressos no comando judicial. Na verdade, a decisão da desembargadora é uma espécie de carta do apóstolo Paulo aos Coríntios na versão para os assembleanos baianos: “se entendam!”
Ato seguinte a decisão mencionada, o pastor Valdomiro Pereira distribui um vídeo para os obreiros assembleanos. Nele, informa (ou desinforma) a plateia que o pastor Israel Ferreira foi destituído do…

QUANDO É HORA DE MUDAR DE IGREJA

Igreja, genuinamente falando, é aquele lugar onde se reúne um grupo de seguidores de Cristo com objetivo de adorar a Deus, receber ensinamentos, evangelizar e ajudar uns aos outros (At. 2:40-47). Foi com esta clara missão em mente que o apóstolo Paulo informa-nos que Deus colocou à nossa disposição os dons espirituais, a fim de edificarmos uns aos outros e estarmos aparelhados para proclamação do evangelho. Tiago esclarece outro ponto principal da igreja, dizendo que a verdadeira religião é cuidar das viúvas e dos órfãos nas suas necessidades. Por fim, as características da igreja primitiva que a tornou marcante, referência de igreja bíblica, foi que eles tinham tudo em comum e ninguém sentia falta de nada, eram solidários no partir do pão, desfrutavam da comunhão e comungavam da doutrina dos apóstolos, esta, por sua vez, Cristocêntrica.

No domingo passado fui à igreja com minha família e contei. Numa rua com, aproximadamente, quinhentos (500) metros de comprimento, cerca de treze (13…