quinta-feira, 16 de março de 2017

Cuidado Lula! O Último Que Tentou Se Igualar a Deus, Tropeçou e Caiu Fundo.

Algumas vezes parece que o ex-presidente operário é maluco (vou direto ao ponto).

Pois bem. No depoimento prestado em uma das cinco (5) ações que responde perante o Poder Judiciário, onde é acusado de delinquências, questionado se o amigo José Carlos Bumlai utilizava seu nome para facilitar contratos com a Petrobrás, o cidadão saiu-se com a seguinte resposta: “Doutor, se o senhor soubesse quanta gente usa meu nome em vão… De vez em quando, eu fico pensando que as pessoas tinham de ler mais a Bíblia para não usar tanto meu nome em vão”.

Num esforço para compreender o raciocínio por trás da fala do ex-presidente, imagino que ele entende o texto bíblico como "uma recomendação de não utilizar o nome de "qualquer pessoa" em vão", o que demonstra, por si só, ignorância. Por esta razão, creio que é sua ignorância que lhe impede de utilizar o raciocínio da maneira correta.

Por outro lado, se ele sabe o que estava falando, não é possível que um ser humano seja tão débil que se utilize de comparação tão, tão, tão... Difícil achar uma definição que se enquadre aqui.

Das duas uma: ou ele não consegue discernir as letras sagradas, identificando claramente a quem se refere o texto, ou é "louco varrido". Em ambas, o que ele demonstra ser é um debilóide.

Fica assim. Nos desenhos animados temos o "lula molusco". Agora, no Brasil, temos o "Lula Maluco".

Fala sério!

Nenhum comentário: