segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Não é Fácil

A maior batalha que travo todos os dias não é contra o diabo, o mundo ou um outro semelhante, é contra mim mesmo.
Desde que as verdades de Cristo me foram apresentadas, acreditei nelas e fui crescendo na compreensão dos valores ali embutidos. Desde então, vivo sendo tentado a desistir por causa das injustiças, da minha carne e da apostasia.
Como antídoto, passei a considerar como "esterco" tudo que me fosse oferecido no "lugar" dos altos valores de Deus, e considerar como preciosa a graça e o amor inefável dEle por mim e pelos outros.
Não é fácil, é dolorido, aparentemente (lembram de Elias?) solitário, mas, gratificante pela liberdade que experimento por conhecer a "Verdade que liberta".

Antes, convencido, agora, convertido; antes, um menino, agora, um homem; antes, um servo, agora, um filho; antes, um empregado, agora, um herdeiro; antes, um cego, agora, alguém que viu a "luz" e, fixando os olhos n'Ele, se arrasta tentando seguí-lo para onde Ele for.

Nenhum comentário: