Fique Informado

Loading...

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Sintomas de Uma Igreja Doente

A Igreja, enquanto organismo vivo - Corpo de Cristo - é santa, sem ruga ou qualquer outra espécie de mácula. Esta Igreja, adornada pelo Espírito Santo, está em comunhão com o Senhor e, desta forma, pronta para adentrar as moradas eternas para habitar com Deus (Ef. 5:27).

A Igreja, enquanto organização, é o lugar onde um conjunto de pessoas que se decidiram por Cristo reúnem-se para comungar a fé, aprimorar a comunhão uns com os outros, capacitarem-se para cumprimento de sua missão e, a partir dela, espalharem a mensagem do evangelho para os extremos da terra (At. 2:41-47).

A Igreja – Organismo Vivo – não precisa de restauração, haja vista estar ela pronta a partir da decisão real de seguir a Cristo e, por conseguinte, ser alcançada pela ação eficaz do sangue do Salvador Jesus. Porém, a igreja – Organização – invariavelmente, necessita de aprimoramento e restauração. É por esta razão que o Senhor disponibiliza os dons espirituais: para serem utilizados na edificação de todos os cristãos reunidos num local (1 Co. 14:12).

Algumas dessas igrejas, apesar dos problemas que é comum em todas, conseguem tratar essas terríveis adversidades mantendo um ambiente harmonioso, equilibrado e saudável. Como conseqüência, seus cultos “racionais” são realizados com alegria e singeleza de coração, o que transforma o local numa reunião de verdadeiros adoradores, mordomos e filhos de Deus. É nesse ambiente que o Senhor se compraz em curar, libertar e, principalmente, salvar os perdidos.

A abordagem que fazemos aqui tem como foco exclusivo as Igrejas que, apesar de terem entre eles pessoas que fazem parte do Corpo de Cristo, lutam para se tornarem autênticas representantes do Reino de Deus. São igrejas que sofrem por causa da desobediência aos mandamentos do Senhor, sendo produtoras de mazelas espirituais que transtornam o ambiente interno e dificultam a vida e o senhorio de Cristo entre eles.

A igreja-local, como um corpo, adoece, e alguns sintomas são imediatamente perceptíveis. É óbvio que esses sintomas podem ser notados em todas as igrejas – organização. A diferença é que, numa igreja saudável, esses sintomas são percebidos em um ou outro integrante, enquanto que, numa igreja doente, esses sintomas são percebidos em um número considerável de crentes. Como um câncer, ao atingir apenas um órgão e detectado em seu estágio inicial, a cura é facilitada e possível. Todavia, quando acontece a metástase (proliferação de células cancerígenas no organismo atingindo vários órgãos), o paciente entra num processo de difícil recuperação.

No ambiente deteriorado de uma igreja doente, alguns sintomas são facilmente percebidos à luz da Palavra de Deus. É sobre alguns deles que falaremos a partir desta postagem. Acompanhe.

2 comentários:

Anônimo disse...

Boa Noite!
Onde esta o link ou o restante da postagem?
ricardo

Eliel Barbosa disse...

Obrigado, caro Ricardo, pelo acesso.

Os textos foram construídos a partir deste. Por esta razão, este não se faz acompanhar dos links solicitados.

Recomendo seguir a ordem crescente de datas e encontrarás os demais textos vinculados ao tema principal "Sintomas de Uma Igreja Doente".

Fique com Deus.