quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

ENFIM, ESTÁ CHEGANDO 2011

Mais um ano que se encerra e com ele, alegrias, tristezas, frustrações, sonhos inacabados que insistimos em sonhar. Vale a pena olhar as experiências vivenciadas e retirar delas as lições que, certamente, nos tornarão mais humanos e cristãos.

Reconhecer erros é o exercício rotineiro de quem quer melhorar, pois, aquilo que chamamos de erro é apenas o reconhecimento da existência do correto, e a nossa confissão de que não conseguimos praticá-lo. Quando conseguimos atingir este ponto, estamos na metade do caminho para melhorar nossa vida, a vida de nossa família e de nosso próximo.

2011 chega, e com ele o crédito divino de mais 365 dias para alcançarmos os nossos objetivos mais nobres. Se nenhum percalço nos atingir, desejamos chegar neste mês do ano que vem, com a clara certeza de conseguimos crescer. Crescer deixando a ira, a indiferença com a dor do outro, a inveja, o desrespeito, a maledicência, a iniqüidade, a injustiça, a brutalidade, a incoerência, a violência e a política de morte.

Crescer sendo mais humano, defensor da vida, da justiça, do bem e da paz. Disseminando entre os iguais, a consciência de humanidade que Cristo nos trouxe ao nascer entre nós. Reanimando-nos para a rudeza das adversidades que tentam nos impedir de sonhar os nossos sonhos e, principalmente, alcançá-los.

Reanimemo-nos, pois, antes que cheguem os dias dos quais venhamos a dizer: “não temos mais contentamento”. Esforcemos as nossas mãos na construção de um mundo melhor, não esquecendo que, “quem quer mudar o mundo, muda primeiro a si mesmo”.

Que o bondoso Deus derrame toda sorte de bênçãos espirituais e materiais em Cristo Jesus sobre todos.

Um comentário:

Pr. Raimundo Campos disse...

Bonito post meu amigo. A você e sua família, a qual prezo, feliz 2011. Que tanto eu quanto você saibamos usar "o crédito divino de mais 365 dias" para abençoar vidas e anunciar o reino de Deus, e que os episódios de guerra e disputas em nosso arraial fiquem apenas como axemplo, como lição. Beijão na família. Eu e minha família amamos vocês.