segunda-feira, 16 de agosto de 2010

De Que Lado Você Está

Só combatemos com eficácia quando entendemos o alvo desejado, afinal, a frustração será enorme, quando chegarmos ao final e descobrirmos que lutamos em vão.

A guerra instalada e protagonizada por pastores é algo insano, inconseqüente e irresponsável. Qual o fim que se almeja? Qual o objetivo de ambos quando se aventuraram nesta empreitada? Defender as causas do evangelho? Acredito que nenhum dos dois planejou este entrave, apenas se lançaram seguindo o ego ferido e atendendo o desejo na manutenção do cargo que ocupam. Nenhum deles demonstraram ou demonstram qualquer pesar sobre a aflição que afeta a “Igreja” do Senhor Jesus abrigada nas Assembléias de Deus no Estado da Bahia, isto por que, há muito tempo, o que têm valor nas instituições que eles representam não são as pessoas, é o patrimônio, o poder e o dinheiro.

Infelizmente esta guerra nos sobrevém num momento ruim para os Assembleanos da Bahia (Sem querer generalizar). Já vem de muito tempo o abandono pelo estudo sistemático da Bíblia, é de longe a substituição do verdadeiro culto ao Senhor pelo desfilar de vaidades e irreverências, é de longe a substituição dos dons espirituais pelos sentimentos e experiências pessoais, é de longe a substituição da dedicação voluntária à causa do mestre pela busca das “prebentas” ou “honorários vocacionais (???)”, é de longe que cresce a dependência do povo pelas “muletas dos guias espirituais”, o vício nas manifestações místicas rotineiras, protagonizadas pelos “sacerdotes especiais”, e muitas outras coisas mais vergonhosas do que estas. E o que Deus diz através do profeta Jeremias? EU VEJO ISSO! Para os adversários do evangelho, esta batalha não poderia ter vindo num momento melhor.

Quando nos afastamos dos princípios bíblicos, ficamos vulneráveis e inseguros. Diante de uma situação desafiadora como a atual, titubeamos e decidimos pela posição menos instável, que é ao lado de uma ou outra estrutura, salvaguardados pelos mentores presidentes, ainda que estejam distantes de Deus e dos princípios estabelecidos na Sua Palavra.

No meio disso tudo encontro outro grupo: os que entendem estarem do lado certo, sejam eles ligados a uma ou a outra instituição. Aliás, neste particular, vale salientar que “deus está falando para os dois grupos, aprovando suas iniciativas e garantindo a vitória para ambos (coloquei o “d” minúsculo, vocês já sabem por que)”. Estive em reuniões devocionais realizados pelos dois lados e a retórica é a mesma: “Estou contigo, meu servo”. Eis a nossa jirah evangélica baiana. Que negócio estranho. É como se dois irmãos, diante de seu pai, reclamassem um do outro, e o pai, em cima do muro, apoiasse os dois.

Os queridos irmãos que aderem a qualquer dos lados não percebem que aquilo que era, antes, disfarçado, se tornou escancarado: “somos massa de manobra”.

E agora, irmãos?

Se quiserem salvar estas instituições religiosas, que se afastem das duas instituições “todos os membros das diretorias atuais”. Infelizmente, alguns bons pagarão pelos maus. Desta forma, a igreja terá a liberdade de escolher anciãos compromissados com Deus, para restaurar o corpo de Cristo aqui na boa terra, mesmo em detrimento destas instituições. É possível? Sinto muito informar: NÃO! Por quê? Eles não pensam na igreja como Corpo de Cristo, pensam na igreja como fundo sustentador de suas vidas, e como gente que apascenta a si mesmos, não consideram a possibilidade de se sacrificarem em favor da Igreja.

E nós, irmãos?

Fomos libertos pelo “Filho do Homem”, e nos tornamos prisioneiros dos homens e suas instituições religiosas. Como no período antes da chegada de Cristo, “voluntariamente” nos tornamos seus servos, permitindo que negociem conosco o acesso a Deus. Se você paga o voto (dinheiro, dinheiro, dinheiro...), você têm acesso a bênçãos especiais, se não... Inconscientemente, temos medo que eles desliguem o elevador que nos conduz ao andar de cima, daí, ficamos ao lado deles, mesmo vendo nitidamente que estão no escuro, mergulhados em suas próprias trevas, perdidos no caminho, tateando, procurando uma saída. Guias cegos! O CAMINHO AINDA É CRISTO! O VERBO! [A PALAVRA] QUE SE FEZ CARNE E HABITOU ENTRE NÓS!

Recomendo irmãos:

Sejam imitadores de Paulo, enquanto Paulo estiver imitando a Cristo. Quando Paulo deixar de imitar a Cristo, seja considerado maldito. "O negar a si mesmo dever ser medalha no peito de quem quer servir a Deus entre seu povo". Identifiquemos os tais e os honremos com a liderança sacrificial e recíproca entre nós. Deixemos a meninice, o legalismo, o espírito-dependência e cresçamos na vida livre de Cristo.

Quando me perguntam: De que lado você está? Meu coração fica doído, mas, lembro-me que entreguei minha vida à Cristo e respondo: “Estou ao lado de Cristo, sentado no Monte das Oliveiras, olhando os homens brigando pelos templos, pelo poder e por dinheiro, se distanciando de Deus em plena Jerusalém, sua cidade. Olho em seus olhos e vejo lágrimas. Apenas me calo, e choro com Ele”.

6 comentários:

Baiano disse...

Amado Pastor o senhor é uma benção de Deus para essa geração, esperava sim de voc umas verdades como essas, ore por mim pois sou um jovem de 23 anos, que na verdade tinha vários projetos e acreditava em muitos homens de Deus, hoje estou assim angustiado com isso tudo e tremo quando ouço falar dessa maldita guerra.

Eliel Teixeira disse...

Meu caro irmão Baiano,

Na sua idade, os sonhos e os projetos estão em ebulição. É a fase em que estamos cheios de vigor e nos empenhamos em fazê-los acontecer, mesmo que para isto nos seja cobrado o preço da renúncia pessoal. Posso afirmar que, apesar dos sacrifícios exigidos, não dói. Nossa motivação vem do Espírito Santo e não das benesses ou prêmios que podem nos dar. Queremos ver coisas melhores acontecendo, principalmente, gente mudando de vida pra melhor, por esta razão colocamos a nosso ser como instrumento de Deus para realizá-los.
Estes momentos difíceis que estamos atravessando é o mesmo que os discípulos de Cristo encararam na travessia do mar vermelho. Porém, não esqueça, Cristo está no barco! (Sei que você vai senti-lo agora em seu coração).
Sendo assim, lembre-se: Quando realizamos qualquer trabalho na obra de Deus, somos apenas instrumentos de Deus, e como Deus está no controle de tudo, tudo caminha para um melhor aproveitamento dos que amam a Deus. Se as circunstâncias, neste momento, não nos permite realizar os nossos projetos, aguardemos o mover de Deus, pois, sendo idéia d'Ele, as portas se abrirão com ou sem a permissão dos homens.
Eu queria mudar logo, porém, sentindo e conversando com pastores chamados por Deus (é, eles ainda existem), a percepção espiritual é que o tempo exige paciência. Vamos superar isso.
"Porque estás abatida oh, minha alma? Porque te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei" (Sl 43:5).
Fique bem...
Fique descansando em Deus.

Mirian disse...

É engrandecedor vermos ainda, homens compromissados com CRISTO. Parabéns! suas postagens possuem um grande alento, principalmente nos atuais momentos, tenho lido seus comentários em alguns outros blogs(esclarecedores). Restaram poucos fieis combatentes, siga... o Mestre quer continuar usando-te. A paz.

Eliel Teixeira disse...

Irmã Mirian,

Fico feliz por poder ajudar no despertamento de nosso povo. Sei que o alcance de minhas palavras ainda é restrito, no entanto, o que me cabe, tento realizar. Quero subir nos montes e gritar para que todos ouçam: "A vida em Cristo nos torna livres! Não se deixem escravizar pelo secularismo disfarçado de cristianismo".
Fico grato a você por suas palavras, e convido-te a juntar-se a nós, pois, como eu, há ainda outros que acreditam no modelo de evangelho ensinado por Cristo que as vaidades, o poder e o dinheiro jamais conseguirão substituir.
Fique com Deus.

Wal disse...

Oi Eliel, fiquei muito aliviada em ler este texto e feliz em encontrar alguém no meio de toda essa turbulência, que pense exatamente como eu estava pensando e me faz acreditar que existem sim pessoas como você, preocupadas com as nossas vidas espirituais. Infelizmente, nos ultimos dias o que mais temos visto quando vamos as nossas igrejas seja de que lado for, é sempre o mesmo assunto. Recentemente, passamos por uma experiência o qual meu esposo foi ministrar em uma igreja e tinha um jovem que após o culto queria convidá-lo para ministrar no aniversario do grupo de jovens de sua igreja e perguntou pra o meu esposo se ele iria. Meu esposo disse que nao teria problema algum afinal, como você, estamos do lado de Jesus, mas continuamos congregando na igreja que estávamos quando ocorreram estas coisas, e ele disse que iria tentar "convencer" o pastor dele para poder levá-lo. É um absurdo!Que o Senhor nos Guarde!
Que Deus continue abençoando a sua vida e da sua familia.

Eliel Teixeira disse...

Irmã Wal,
Fico feliz em saber que este texto te ajudou. Agradeço as palavras que me animam a continuar animando outros a permanecerem fiéis aos princípios cristãos. Você, eu, e muitos outros, somos chamados a fazermos a diferença, tendo como padrão, o evangelho de Cristo e não a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida.
Fique bem, guardando teu coração na Palavra de Deus e mantendo um comportamento que dignifique a Deus.