sábado, 25 de maio de 2013

Quando o Supremo Tribunal Federal, Legislando, Aprova Casamento-gay e Aborto, Não Sabemos Porquê.

Leiam a Notícia. Volto depois.

Dilma anuncia Luís Roberto Barroso como novo ministro do STF

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta quinta-feira o nome do advogado Luís Roberto Barroso, professor de Direito Constitucional da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Aos 55 anos, Barroso vai substituir o ministro Carlos Ayres Britto, que se aposentou em novembro do ano passado, encerrando um dos períodos mais longos do Supremo sem sua composição completa.

(...)
Luís Roberto Barroso é natural de Vassouras, interior do Rio de Janeiro. Jurista comumente citado em votos de ministros do Supremo, ele ficou conhecido por suas atuações na defesa das pesquisas com células-tronco, pela união homoafetiva e também pela sua defesa na ação que defendia o direito de interrupção de gravidez, no caso de fetos anencéfalos. Barroso também defendeu o ativista político Cesare Battisti no processo em que o governo italiano pedia sua extradição.
(...)
Antes de tomar posse, Barroso terá de passar por uma sabatina no Senado. Dependendo do prazo até a posse, o novo ministro do STF poderá participar do julgamento dos embargos do processo do mensalão. Ele ainda herdará a relatoria da ação penal do mensalão mineiro, que tem como principal réu o deputado federal Eduardo Azeredo (PSDB-MG).
(...)

Voltei.

Observem o segundo parágrafo aqui transcrito. O jurista indicado ficou conhecido pela atuação em três situações:

1. Na defesa das pesquisas com células-tronco - a notícia não informa se "embrionária ou adulta". Pela defesa do aborto, é bem provável que defenda a pesquisa com células-tronco embrionária. Há uma grande diferença na duas. A embrionária é quando se utiliza de óvulo fecundado, que não deixa de ser um aborto.

2. Na união homo-afetiva - Não precisa dizer mais nada sobre este tema.

3. No direito de interrupção da gravidez, no caso de anencéfalos - Aborto.

Depois ficamos sem saber porque o STF aprova coisas que desagradam o povo cristão. Ele é mais uma indicação do governo da Sra. Dilma Rousseff. Traduzindo: do PT.

Você como cristão, pense nisso nas próximas eleições.


Nenhum comentário: