quinta-feira, 26 de novembro de 2015

A República Brasileira Apodreceu nas Mãos do PT

Quando ainda viviam a farsa de puritanos éticos, os paladinos do outrora Partido dos Trabalhadores, transformado mais recentemente em Partido do Lula, conquistou nossa simpatia e votos. Fomos conquistados com a ideia de um governo especialmente voltado para os mais pobres.

Conseguimos elegê-los e, desde o início, alguns sinais começaram a demonstrar que aquela essência "ética" era bravata e engodo. Por exemplo, a associação do então presidente Lula ao que havia, à época, de mais atrasado e fisiológico. Associado aos generais da política nacional, invés de inverter o caminho político trilhado até então, converteu-se em mais um do mesmo.

Treze anos depois nos vemos mergulhados na mais profunda crise ética e moral de nossa história. Votamos no PT para que ele transformasse nossa história, a história das injustiças sociais da nação brasileira. E o PT mudou. Só esperávamos que fosse para melhor.

Com os últimos acontecimentos da cena política e policial, a alma brasileira está mais abatida do que nunca. "A esperança que venceu o medo" da época da eleição do Luís Inácio, se transformou em angústia e agonia por ver nosso país assaltado e dominado por corruptos. Corruptos brasileiros, que a despeito da dor da maioria daqueles que dependem dos serviços públicos, se locupletam sem dó nem piedade da riqueza e do progresso de nossa gente.

Todos os dias, repetindo-se como cenas de filmes de terror, figuras, ditas, importantes da cena política, empresarial e executiva, são esfregados em nossa cara como bandidos. Gente que a mídia fazia questão de entrevistar e filmar em rodas de pessoas relevantes e de sucesso nos são apresentados em suas verdadeiras faces: bandidos! Agora são personagens especiais para entrevistas e reportagens de colunas policiais.

Este ambiente conturbado, deteriorado, traz a tona aquele que nos convenceu que um trabalhador merecia nossa confiança e mandato para governar o Brasil para os brasileiros. Ele, que além de governar durante oito anos, ainda colocou uma pessoa inepta para substituí-lo nesta condução, Sr. Luís Inácio Lula da Silva.

Dinheiro para lá, dinheiro para cá, filhos sendo chamados para explicar, amigos e políticos do PT sendo presos e, mais recentemente, um Senador da República, do mesmo partido, engaiolado por tentar atrapalhar investigações policiais e arquitetar plano de fuga para corrupto.

Como sempre, o ex-presidente, sumirá.

No seu lugar, atabalhoada e sem capacidade cognitiva para uma simples saudação, a atual Presidente da República, se recusa a encarar a realidade de frente. Como não tem a percepção do mundo real, nem a coragem dos humildes, só lhe resta, também, esconder-se nas salas do palácio.

Nessa desordem toda, apenas algumas referências a um alguém inexistente, "O Palácio do Planalto". Diz-se na imprensa: "O Palácio do Planalto está preocupado com a possibilidade dos últimos acontecimentos atingirem a imagem da presidente Dilma e de seu governo". Dá pra rir.

Encero com duas perguntas: "Que imagem?" "Que governo?"

Antes, tínhamos a sensação de que estávamos sendo roubados. Agora, temos certeza!

Antes, tínhamos a sensação de que, pelo menos, éramos um país, uma nação. Agora, não mais...

O PARTIDO DOS TRABALHADORES e seu líder, LULA, conseguiu acabar com tudo isso.

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Encontrei seu blog e é uma honra estar a ver e ler o que escreveu, quero felicitar-vos, pois é um bom blog, sei que irá sempre fazer o melhor, dando-nos boas noticias, e bons temas.
Quero aproveitar a oportunidade para partilhar o meu blog : Peregrino E Servo.
Vou ficar muito feliz se tiver a gentileza de fazer uma visita ao meu blog.
PS. Se seguir, fique a saber que irei seguir também seu blog, se o conseguir encontrar.
António Batalha.
Parabéns e muitas felicidades.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/