Pular para o conteúdo principal

Se É Pra Continuar do Jeito Que Está, Pra Quê Mudar?

Considerando os líderes expoentes do Cristianismo no Brasil que, seguindo os passos dos poderosos da nação, trilham o mesmo caminho da vaidade, do farisaísmo e do narcisismo;

Considerando a mídia em poder dos evangélicos, o evangelho e a forma como Ele é propagado através dela;

Considerando as guerras pelo poder e "disputa pelo mercado" entre instituições religiosas cristãs;

Considerando a perpetuação do poder nas mãos dos poucos que se consideram os "únicos" chamados por Deus para o exercício da liderança institucional;

Considerando o "fatiamento" das regiões, como reserva de mercado para "monarquias religiosas", que não tem a mínima vergonha de seu nepotismo cristão;

Considerando a letargia dos líderes cristãos atuais, cansados do próprio tédio e da falta de inspiração;

Considerando a superficialidade do povo cristão, fruto de uma obediência cega a lideranças personalistas e afastadas da Bíblia;

Considerando a nova idolatria, que eleva a condição de semi-deuses pregadores e cantores cristãos afamados, objeto de adoração, veneração e sacrifícios;

Considerando os políticos cristãos que, a exceção do termo "cristãos", são iguais aos outros no que diz respeito a sangria dos recursos públicos, imoralidade funcional e aos conchavos políticos para os quais, invariavelmente, arrastam os líderes cristãos;

Considerando o caráter belicoso e maledicente dos que atualmente se auto-denominam cristãos, elegendo e alimentando inimigos, condenando o que não pensa igual, implacavelmente, ao fogo e a condenação eterna;

Considerando a utilização dos recursos financeiros, constituídos por dízimos e ofertas, para construção e manutenção de uma "elite cristã" apegada ao luxo, ao conforto, a fazenda, ao gado, aos aviões, as casas na praia, as roupas de griffe e as reuniões em restaurantes da moda, em detrimento da palhoça, da tenda, dos pés descalços e da fome das viúvas e dos órfãos;

e, finalmente, que me perdoe os líderes e evangélicos honestos e sinceros, mas, considerando..., considerando..., considerando...

DEUS NOS LIVRE DE UM BRASIL EVANGÉLICO!!!

Não se deve fazer uma troca quando o substituto não acrescenta melhoria ao que está posto pois, se é pra continuar do jeito que está, pra quê mudar? Nosso problema principal é saber à quem obedecer, para poder escolher à quem seguir e saber em quem votar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Porteiro, Auxiliar, Diácono, Presbítero, Evangelista, Pastor. E Mais. Missionária, Bispo, Apóstolo. O Que é Tudo Isso?

De repente, somos sobressaltados com a notícia: "Mais algumas dezenas, e até centenas, de novos obreiros para servir no Reino de Deus". A notícia seria boa, se guardasse a essência dos requisitos bíblicos exigidos para novos obreiros e preservassem o propósito divino na separação de novos chamados.
Para que precisamos de porteiros? Óbvio. Para guardar as portas. Porteiro era considerado Levita, desenvolvia, também, a tarefa de arrecadador de ofertas (2 Cr. 31:14) e vigia (Mc. 13:34); Jesus menciona o porteiro como responsável pela guarda da porta do aprisco das ovelhas (Jo. 10:3; ver também Ed. 7:24). É improdutivo, uma igreja de porta única, com uma quantidade exagerada de porteiros para servir.
Para que precisamos de auxiliares? Há pessoas mencionadas na Bíblia como "cooperadores", no entanto, sem evidência de se referir a um cargo. Eram pessoas que haviam prestado algum tipo de auxílio à alguém, em algum momento específico (Fp. 2:25; At. 20:35). Pode ser até o mes…

CEADEB x ADESAL - É feio, muito feio!

Os desdobramentos do litígio entre o presidente da CEADEB e o presidente da ADESAL prossegue revitalizando as feridas causadas pelo rompimento do vínculo de alguns pastores de sua convenção (CEADEB).
No mais recente episódio, uma decisão judicial interlocutória - sem definição de mérito - tomada na ação que a CEADEB move contra a ADESAL, foi entendida como um ato de destituição do pastor Israel Ferreira do comando da Assembleia de Deus em Salvador. Sem querer entrar nas questões técnicas da decisão (deixo isto para os advogados e rábulas), a decisão não dá nada a ninguém, haja vista uma série de “condicionantes” expressos no comando judicial. Na verdade, a decisão da desembargadora é uma espécie de carta do apóstolo Paulo aos Coríntios na versão para os assembleanos baianos: “se entendam!”
Ato seguinte a decisão mencionada, o pastor Valdomiro Pereira distribui um vídeo para os obreiros assembleanos. Nele, informa (ou desinforma) a plateia que o pastor Israel Ferreira foi destituído do…

QUANDO É HORA DE MUDAR DE IGREJA

Igreja, genuinamente falando, é aquele lugar onde se reúne um grupo de seguidores de Cristo com objetivo de adorar a Deus, receber ensinamentos, evangelizar e ajudar uns aos outros (At. 2:40-47). Foi com esta clara missão em mente que o apóstolo Paulo informa-nos que Deus colocou à nossa disposição os dons espirituais, a fim de edificarmos uns aos outros e estarmos aparelhados para proclamação do evangelho. Tiago esclarece outro ponto principal da igreja, dizendo que a verdadeira religião é cuidar das viúvas e dos órfãos nas suas necessidades. Por fim, as características da igreja primitiva que a tornou marcante, referência de igreja bíblica, foi que eles tinham tudo em comum e ninguém sentia falta de nada, eram solidários no partir do pão, desfrutavam da comunhão e comungavam da doutrina dos apóstolos, esta, por sua vez, Cristocêntrica.

No domingo passado fui à igreja com minha família e contei. Numa rua com, aproximadamente, quinhentos (500) metros de comprimento, cerca de treze (13…