Pular para o conteúdo principal

O Julgamento do Mensalão no STF é um Divisor de Águas


Está acontecendo o Julgamento do "Mensalão" ou, tecnicamente, da Ação Penal 470. Mensalão é como ficou conhecido os atos de integrantes do Governo Lula que, associados a agências de publicidade, cooptava deputados da "base aliada do Governo Lula", para votarem os projetos de acordo com os interesses do palácio do planalto, recebendo em troca benefícios pessoais. É a famigerada corrupção, travestida de "caixa dois", outro crime, porém, pelo tempo, seus autores não mais poderão ser punidos. É por esta razão que o ex-tesoureiro do PT o assume.

 
Se tratando de um julgamento histórico, deve a população acompanhar de perto o desenrolar dos acontecimentos. Deve conhecer os aspectos políticos envolvidos na indicação de cada um dos Ministros e avaliarem seu posicionamento e suas argumentações. Não é tarefa fácil. Acompanhar um julgamento é extenuante e, francamente, chato. Mas, se queremos um país melhor, precisamos participar ativamente dos acontecimentos que podem mudar sua cara e sua essência.

O Srs. Ministros do Supremo Tribunal Federal, apesar de serem indicados por governantes e avalizados pela classe política, é investido da missão de serem a última instância de defesa da Constituição e, consequentemente, da nação. Os brasileiros desejam vê-los assim.

O Brasil é atualmente conhecido como um dos países mais corruptos do mundo, e esta fama precisa ter um fim. Este julgamento representa o divisor de águas do que queremos. Chega de simplesmente falar que existe corrupção no Brasil; chega de apenas constatar a relação promíscua entre empresários, que "mamam" nas tetas da viúva (Governo), e os políticos que lhe dão cobertura para prática de atos que retiram do país sua condição de atender melhor sua população; chega de se iludir com os "supostos" acompanhamentos e fiscalizações executadas por órgãos como TCM, TCE e TCU (Tribunais de Contas), pois, na prática, são usados apenas como cabide para políticos aposentados continuarem ganhando dinheiro.

A conclusão deste julgamento nos dirá se os políticos e os empresários poderão continuar com a prática de arrancar dinheiro da União, através de contratos fradulentos, e destiná-los aos bolsos de maus políticos e aos cofres de partidos políticos.

O STF - Supremo Tribunal Federal, tem a missão, a partir desta ação, de colocar um ponto final nesta república de mentirinha, resgatando para os brasileiros a tão sonhada Pátria Amada, BRASIL!!! Deve o Supremo mostrar para todos nós que o lugar para quem insiste em matar brasileiros nas filas do SUS é a CADEIA; Que o lugar para que insiste em financiar um estado de insegurança geral é o ISOLAMENTO SOCIAL; Que o lugar para que teima em negar aos brasileiros uma moradia decente é DORMIR EM COLCHÃO DE PEDRA; Que o lugar para que persevera em destruir a educação de nossos filhos é a VERGONHA DO RÓTULO DE CORRUPTO NA TESTA.

E cadeia só não basta. Devem ser condenados, se possível, a devolver o montante de dinheiro desviado.

O Brasil grita: CHEGA!!! CHEGA!!! CHEGA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Porteiro, Auxiliar, Diácono, Presbítero, Evangelista, Pastor. E Mais. Missionária, Bispo, Apóstolo. O Que é Tudo Isso?

De repente, somos sobressaltados com a notícia: "Mais algumas dezenas, e até centenas, de novos obreiros para servir no Reino de Deus". A notícia seria boa, se guardasse a essência dos requisitos bíblicos exigidos para novos obreiros e preservassem o propósito divino na separação de novos chamados.
Para que precisamos de porteiros? Óbvio. Para guardar as portas. Porteiro era considerado Levita, desenvolvia, também, a tarefa de arrecadador de ofertas (2 Cr. 31:14) e vigia (Mc. 13:34); Jesus menciona o porteiro como responsável pela guarda da porta do aprisco das ovelhas (Jo. 10:3; ver também Ed. 7:24). É improdutivo, uma igreja de porta única, com uma quantidade exagerada de porteiros para servir.
Para que precisamos de auxiliares? Há pessoas mencionadas na Bíblia como "cooperadores", no entanto, sem evidência de se referir a um cargo. Eram pessoas que haviam prestado algum tipo de auxílio à alguém, em algum momento específico (Fp. 2:25; At. 20:35). Pode ser até o mes…

CEADEB x ADESAL - É feio, muito feio!

Os desdobramentos do litígio entre o presidente da CEADEB e o presidente da ADESAL prossegue revitalizando as feridas causadas pelo rompimento do vínculo de alguns pastores de sua convenção (CEADEB).
No mais recente episódio, uma decisão judicial interlocutória - sem definição de mérito - tomada na ação que a CEADEB move contra a ADESAL, foi entendida como um ato de destituição do pastor Israel Ferreira do comando da Assembleia de Deus em Salvador. Sem querer entrar nas questões técnicas da decisão (deixo isto para os advogados e rábulas), a decisão não dá nada a ninguém, haja vista uma série de “condicionantes” expressos no comando judicial. Na verdade, a decisão da desembargadora é uma espécie de carta do apóstolo Paulo aos Coríntios na versão para os assembleanos baianos: “se entendam!”
Ato seguinte a decisão mencionada, o pastor Valdomiro Pereira distribui um vídeo para os obreiros assembleanos. Nele, informa (ou desinforma) a plateia que o pastor Israel Ferreira foi destituído do…

QUANDO É HORA DE MUDAR DE IGREJA

Igreja, genuinamente falando, é aquele lugar onde se reúne um grupo de seguidores de Cristo com objetivo de adorar a Deus, receber ensinamentos, evangelizar e ajudar uns aos outros (At. 2:40-47). Foi com esta clara missão em mente que o apóstolo Paulo informa-nos que Deus colocou à nossa disposição os dons espirituais, a fim de edificarmos uns aos outros e estarmos aparelhados para proclamação do evangelho. Tiago esclarece outro ponto principal da igreja, dizendo que a verdadeira religião é cuidar das viúvas e dos órfãos nas suas necessidades. Por fim, as características da igreja primitiva que a tornou marcante, referência de igreja bíblica, foi que eles tinham tudo em comum e ninguém sentia falta de nada, eram solidários no partir do pão, desfrutavam da comunhão e comungavam da doutrina dos apóstolos, esta, por sua vez, Cristocêntrica.

No domingo passado fui à igreja com minha família e contei. Numa rua com, aproximadamente, quinhentos (500) metros de comprimento, cerca de treze (13…