Pular para o conteúdo principal

TEMPLO DAS VAIDADES

Foi noticiado o lançamento da pedra fundamental do “Templo de Salomão” (Salomão deve ter se revirado no túmulo), assim denominado pelos seus projetores, a ser construído na Cidade de São Paulo. Trata-se do desejo colocado em prática pelo bispo Edir Macedo (Igreja Universal do Reino de Deus), de construir um mega-templo com as características do templo idealizado pelo rei Davi e construído por seu filho, Salomão.

A pergunta que me veio a mente foi: “pra quê?” Já não bastasse os suntuosos templos construídos em todo lugar, se aventuram nesta mais nova empreitada que, com certeza, consumirá milhões de reais dos milhares de fiéis à igreja que congregam na referida denominação. A pergunta retorna: “pra quê?”.

Fico a refletir sobre as milhares de pessoas, inclusive fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus, que não possuem casa própria e habitam em ambientes insalubres e indignos para qualquer ser humano. Vale lembrar que no tempo de Davi / Salomão, o templo foi construído com o objetivo de abrigar a arca do conserto, que guardava elementos que simbolizavam a presença de Deus no meio de seu povo. Nos dias atuais, tal argumento não cola, afinal, estamos no tempo da graça, onde a presença divina se dá através do Espírito Santo dentro do templo construído pelas próprias mãos de Deus, ou seja, o ser humano. “Mas o Altíssimo não habita em templos feitos por mãos de homens, como diz o profeta: o céu é o meu trono, e a terra o estrado dos meus pés. Que casa me edificareis? Diz o Senhor, ou qual é o lugar do meu repouso? Porventura não fez minhas mãos todas estas coisas? Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido. Vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim vós sois como vossos pais”.

Melhor serventia teria se empregassem os recursos financeiros na construção de casas populares, na implantação de clínicas para atendimento médico para a população pobre, na implantação de serviços sociais que amparassem o povo sofrido que freqüentam os templos na esperança de “pararem de sofrer”.  Sei, é dever do estado brasileiro oferecer tais serviços, no entanto, não nos isenta da nossa responsabilidade de fazer o bem – “Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado” - Tiago 4:17. É a velha história contada por Jesus em Lucas 10:30-36. As pessoas estão sendo assaltadas e espancadas durante a caminhada ao céu, porém, mesmo vendo seus sofrimentos, os sacerdotes e os levitas estão preocupados com a vaidade de suas posições e poder. Estão cegos para as necessidades sociais do próximo que só está próximo quando se trata de arrancar-lhes os recursos financeiros que precisam para manter seu luxo e seus projetos mesquinhos.

A falácia carnal está mais em voga do que nunca, pois, em vez de “Templo de Salomão”, esta empreitada nos remete é ao “Templo das Vaidades”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Porteiro, Auxiliar, Diácono, Presbítero, Evangelista, Pastor. E Mais. Missionária, Bispo, Apóstolo. O Que é Tudo Isso?

De repente, somos sobressaltados com a notícia: "Mais algumas dezenas, e até centenas, de novos obreiros para servir no Reino de Deus". A notícia seria boa, se guardasse a essência dos requisitos bíblicos exigidos para novos obreiros e preservassem o propósito divino na separação de novos chamados.
Para que precisamos de porteiros? Óbvio. Para guardar as portas. Porteiro era considerado Levita, desenvolvia, também, a tarefa de arrecadador de ofertas (2 Cr. 31:14) e vigia (Mc. 13:34); Jesus menciona o porteiro como responsável pela guarda da porta do aprisco das ovelhas (Jo. 10:3; ver também Ed. 7:24). É improdutivo, uma igreja de porta única, com uma quantidade exagerada de porteiros para servir.
Para que precisamos de auxiliares? Há pessoas mencionadas na Bíblia como "cooperadores", no entanto, sem evidência de se referir a um cargo. Eram pessoas que haviam prestado algum tipo de auxílio à alguém, em algum momento específico (Fp. 2:25; At. 20:35). Pode ser até o mes…

CEADEB x ADESAL - É feio, muito feio!

Os desdobramentos do litígio entre o presidente da CEADEB e o presidente da ADESAL prossegue revitalizando as feridas causadas pelo rompimento do vínculo de alguns pastores de sua convenção (CEADEB).
No mais recente episódio, uma decisão judicial interlocutória - sem definição de mérito - tomada na ação que a CEADEB move contra a ADESAL, foi entendida como um ato de destituição do pastor Israel Ferreira do comando da Assembleia de Deus em Salvador. Sem querer entrar nas questões técnicas da decisão (deixo isto para os advogados e rábulas), a decisão não dá nada a ninguém, haja vista uma série de “condicionantes” expressos no comando judicial. Na verdade, a decisão da desembargadora é uma espécie de carta do apóstolo Paulo aos Coríntios na versão para os assembleanos baianos: “se entendam!”
Ato seguinte a decisão mencionada, o pastor Valdomiro Pereira distribui um vídeo para os obreiros assembleanos. Nele, informa (ou desinforma) a plateia que o pastor Israel Ferreira foi destituído do…

QUANDO É HORA DE MUDAR DE IGREJA

Igreja, genuinamente falando, é aquele lugar onde se reúne um grupo de seguidores de Cristo com objetivo de adorar a Deus, receber ensinamentos, evangelizar e ajudar uns aos outros (At. 2:40-47). Foi com esta clara missão em mente que o apóstolo Paulo informa-nos que Deus colocou à nossa disposição os dons espirituais, a fim de edificarmos uns aos outros e estarmos aparelhados para proclamação do evangelho. Tiago esclarece outro ponto principal da igreja, dizendo que a verdadeira religião é cuidar das viúvas e dos órfãos nas suas necessidades. Por fim, as características da igreja primitiva que a tornou marcante, referência de igreja bíblica, foi que eles tinham tudo em comum e ninguém sentia falta de nada, eram solidários no partir do pão, desfrutavam da comunhão e comungavam da doutrina dos apóstolos, esta, por sua vez, Cristocêntrica.

No domingo passado fui à igreja com minha família e contei. Numa rua com, aproximadamente, quinhentos (500) metros de comprimento, cerca de treze (13…