Pular para o conteúdo principal

É Possível Recuperar a União Familiar

Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união! [...] Ali o Senhor concede a bênção da vida para sempre (Sl. 133).



União é o ato ou efeito de se unir duas ou mais partes distintas, combinando esforços e pensamentos para um bem único.

“Então eu lhes disse: Vocês estão vendo a situação terrível em que estamos: Jerusalém está em ruínas, e suas portas foram destruídas pelo fogo. Venham, vamos reconstruir o muro de Jerusalém, para que não fiquemos mais nesta situação humilhante” (Ne. 2:17).

A corrupção humana produziu pessoas com terríveis defeitos de caráter. A Bíblia relata alguns desses terríveis defeitos em 2ª Tm. 3:2,4 – egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem, traidores, precipitados, soberbos e mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus.

São esses defeitos de caráter em nós que torna o ambiente familiar hostil a união, impossibilitando-nos que desfrutemos da prosperidade e da paz decorrentes desta harmonia. Na família onde falta a união, cada um tem uma agenda particular, tem suas próprias prioridades e se tornam insensíveis as demandas do outro e da família como um todo.

“Pois o filho despreza o pai, a filha se rebela contra a mãe, a nora, contra a sogra; os inimigos do homem são os seus próprios familiares” (Mq. 7:6).

O Senhor, já de muito tempo, nos faz um alerta:

“Jesus, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: "Todo reino dividido contra si mesmo será arruinado, e uma casa dividida contra si mesma cairá” (Lc. 11:17).

A Palavra de Deus recomenda um esforço para o entendimento e à união:

Irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo suplico a todos vocês que concordem uns com os outros no que falam, para que não haja divisões entre vocês; antes, que todos estejam unidos num só pensamento e num só parecer (1 Co. 1:10).

Para que esta união seja possível, é preciso aceitação de uns para com outros, com suas virtudes e seus defeitos. É preciso longanimidade. É preciso respeito e, acima de tudo, muito amor.

O Deus que concede perseverança e ânimo dê a vocês um espírito de unidade, segundo Cristo Jesus, para que com um só coração e uma só voz vocês glorifiquem ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, aceitem-se uns aos outros, da mesma forma com que Cristo os aceitou, a fim de que vocês glorifiquem a Deus (Rm. 15:5-7).

Uma família que reconhece a força da união e se inclina para ela, adquire as ferramentas para vencer as adversidades da vida. Adversidades que, sozinhos, não conseguimos vencer, com a força da união reduzimos a um empecilho que deixamos para trás.

“Fiz uma rápida inspeção e imediatamente disse aos nobres, aos oficiais e ao restante do povo: "Não tenham medo deles. Lembrem-se de que o Senhor é grande e temível, e lutem por seus irmãos, por seus filhos e por suas filhas, por suas mulheres e por suas casas"” (Ne. 4:14).

A maior prova de que a união é força indestrutível é a pessoa do próprio Deus. São três unidos o suficiente para se tornarem apenas um. Apesar de três pessoas distintas, com características que se distinguem, sentem a mesma coisa, pensam do mesmo jeito, agem da mesma maneira e têm os mesmos objetivos.

Uma família unida compartilha dos mesmos sonhos, unem seus recursos e suas vidas para alcançarem o bem de um, por um momento, e de todos o tempo todo.

Quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele; quando um membro é honrado, todos os outros se alegram com ele (1 Co. 12:26).

Desta forma, deixo cinco recomendações para restaurar a unidade em sua família:

1.   Seja Misericordioso – seja uma pessoa que se coloca no lugar de seu cônjuge, de seus filhos ou de seus pais e busca sentir o que eles estão sentindo.

2.   Seja Longânimo – Seja uma pessoa que encara com coragem as adversidades em favor de sua família;

3.   Seja Respeitoso – Seja uma pessoa que não discrimina nem ofende o cônjuge, seus filhos ou seus pais por causa da maneira diferente que vê ou pensa a cerca das coisas ou da vida.

4.   Seja Agradecido – Seja uma pessoa que reconhece as coisas boas que o outro faz, e se não faz coisas boas, reconheça-o simplesmente por existir. Nem o teu cônjuge, nem teus filhos e nem teus pais são tão maus que não consigam produzir algo útil ou bom. Reconheça isso e agradeça. Quanto maior a gratidão, maior o respeito e a união.

5.   Seja Amoroso – Amar é fazer o que é certo; é fazer o bem sem olhar a quem. Aja de maneira correta com seu cônjuge, com seus filhos ou com seus pais. Faça o bem, sempre que houver ocasião para fazer, para seu cônjuge, para seus filhos ou para seus pais.

Acredita-se não existir fórmulas mágicas que, a partir de sua utilização, transforme seu ambiente familiar da água para o vinho. Todavia, A Palavra de Deus expressamente afirma que uma revolução acontecerá em sua família se você aplicar estas cinco recomendações em seu lar.

Sejam misericordiosos, assim como o Pai de vocês é misericordioso". "Não julguem, e vocês não serão julgados. Não condenem, e não serão condenados. Perdoem, e serão perdoados. Dêem, e lhes será dado: uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês. Pois a medida que usarem, também será usada para medir vocês" (Lc. 6:36-38).

Concluo.

Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união! [...] Ali o Senhor concede a bênção da vida para sempre (Sl. 133).

Parafraseando: “Como é bom viver numa família unida. Viver ali é uma bênção!”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Porteiro, Auxiliar, Diácono, Presbítero, Evangelista, Pastor. E Mais. Missionária, Bispo, Apóstolo. O Que é Tudo Isso?

De repente, somos sobressaltados com a notícia: "Mais algumas dezenas, e até centenas, de novos obreiros para servir no Reino de Deus". A notícia seria boa, se guardasse a essência dos requisitos bíblicos exigidos para novos obreiros e preservassem o propósito divino na separação de novos chamados.
Para que precisamos de porteiros? Óbvio. Para guardar as portas. Porteiro era considerado Levita, desenvolvia, também, a tarefa de arrecadador de ofertas (2 Cr. 31:14) e vigia (Mc. 13:34); Jesus menciona o porteiro como responsável pela guarda da porta do aprisco das ovelhas (Jo. 10:3; ver também Ed. 7:24). É improdutivo, uma igreja de porta única, com uma quantidade exagerada de porteiros para servir.
Para que precisamos de auxiliares? Há pessoas mencionadas na Bíblia como "cooperadores", no entanto, sem evidência de se referir a um cargo. Eram pessoas que haviam prestado algum tipo de auxílio à alguém, em algum momento específico (Fp. 2:25; At. 20:35). Pode ser até o mes…

Cristo Está Morto! ...de Vergonha.

As Assembleias de Deus na Bahia foi construída sobre os ombros de homens e mulheres altruístas e dedicados que seguiam os conselhos bíblicos com a radicalidade exigida de quem, verdadeiramente, se converteu a Cristo. Foi desta forma que ela cresceu, se consolidou e tornou-se referência de conduta cristã e legítima representante do movimento pentecostal. Seu povo, ordeiro, decente e piedoso, nutria profundo respeito da população por serem responsáveis, honestos, humildes e fiéis.
Mas o crescimento trouxe consigo o desassossego de uma estrutura cada vez maior para suportar um organismo em expansão. A quantidade cada vez maior de congregações exigia mais esforços de sua liderança, pois, com uma administração centralizada, a mobilidade e os recursos passam a ser compartilhados para sustentar a própria estrutura administrativa. É essa estrutura administrativa que, no afã de conceder segurança futura aos seus ministros, fundam uma associação de pastores, conhecida como Convenção.
Órgão com ab…

Quatro Pilares Para Uma Família Feliz

Família é a reunião de pessoas formada a partir da união de dois indivíduos distintos que resolvem, por livre e espontânea vontade, unir-se com vistas a alcançar um objetivo comum: viver suas vidas, amparadas, um pelo outro, superando os desafios até a conclusão de sua jornada terrena.
Mas, afinal, quais os ingredientes necessários para um bom casamento? Quais os elementos que compõem uma família feliz? O que precisamos fazer para que nosso lar seja um lugar onde as pessoas se sintam bem em estar e desejem em todo tempo, desfrutar? Muitas ações, hoje, estão voltadas para correção de relacionamentos, porém, acredito que maior ênfase deve ser dada a prevenção. Compreender o que é um casamento, obter o preparo adequado e esforçar-se por cumprir seu papel nesta relação.
É claro que não existe uma fórmula mágica que, adotada, faz, instantaneamente, que tornemos nossa família feliz. Por favor, não confundamos família feliz com família perfeita. Uma família perfeita não existe e não é possível…