Nossa Juventude Precisa Conhecer Limites, Disciplina e Respeito

O exemplo das escolas militares, segundo Bolsonaro
Brasil 27.08.17

Das 147 mil unidades públicas de ensino básico registradas no Brasil, cerca de 0,1% estão sob batuta militar, segundo a Folha. São 13 comandadas pelo Exército e dezenas nas mãos de PMs estaduais.

Jair Bolsonaro disse ao jornal que, se eleito presidente, multiplicará o modelo, fechando parcerias com as redes municipal e estadual, embora reconheça ser impossível cobrir 100% da malha escolar, até porque “faltariam recursos”.

Mas as escolas militares “passariam a ser exemplares”, pois nelas há, segundo ele, “educação moral e cívica, cultua-se o respeito às autoridades, no intervalo não tem maconha, o pessoal corta o cabelo, cobra-se o dever de casa”.

À frente do MEC (Ministério da Educação), Bolsonaro colocaria um general – alguém “que represente autoridade, amor à pátria e respeito à família”.

Fonte: oantagonista.com.br

Para salvarmos as gerações futuras do caos social e moral que os partidos de esquerda nos meteram, precisamos fazer uma mudança radical em nossas escolas. Nossos jovens precisam saber que nenhuma liberdade é absoluta, que ninguém pode fazer o que dé na cabeça sem respeitar os limites do direito do outro e sem arcar com as consequências de seus atos, que ninguém pode fugir de suas responsabilidades perante Deus, a família e a sociedade em que vive.

Vamos à escola para estudar, conhecer e capacitarmo-nos numa profissão. Escola não é parque de diversão. Por esta razão, concordo e apoio a militarização das escolas públicas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Porteiro, Auxiliar, Diácono, Presbítero, Evangelista, Pastor. E Mais. Missionária, Bispo, Apóstolo. O Que é Tudo Isso?

Quatro Pilares Para Uma Família Feliz

QUANDO É HORA DE MUDAR DE IGREJA