sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

TRF4 Confirma: Ex-presidente Lula é Corrupto.

Ex-presidente Lula Tem Sua Condenação Confirmada Por Corrupção e Lavagem de Dinheiro

O TRF4 confirmou, nesta quarta-feira (24.01.2018), a sentença condenatória do MM Juiz Sérgio Moro aplicada ao ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva pelos crimes cometidos de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. No quesito dosimetria da pena, o Tribunal elevou o tempo de prisão aplicada pelo Juiz Sérgio Moro de 9 anos e 6 meses para 12 anos e 1 mês. Portanto, o ex-presidente Lula é um cidadão que escolheu desenrolar sua vida pública a margem da Lei, o que o leva a condição de marginal condenado em duas instâncias pela justiça brasileira.

Ignorando as provas contidas nos autos do processo, os seguidores do ex-presidente insiste no discurso de vítima de um golpe protagonizado pelo Ministério Público, Polícia Federal, Empreiteiros e a justiça brasileira. O choro é livre, principalmente, para aqueles que, desejando proteger seu bandido de estimação, não desejam um país livre e honesto. O fato é que a justiça brasileira entendeu, via provas documentais, testemunhais e circunstanciais, que o ex-presidente Lula se corrompeu e, por este fato, se tornou um criminoso merecedor da repreensão estatal.

É preciso, finalmente, ponderar que não há qualquer razão para aceitar que um grupo de pessoas (MP,  Polícia Federal, Juízes, Desembargadores), muitos deles indicados e empossados nos cargos que ocupam por iniciativa do próprio e sua sucessora, decidiram se voltar contra o ex-presidente por alguma motivação política ou financeira. O contrário é o mais lógico. O conjunto de provas é tão robusta e relevante que, "forçosamente", à estes agentes do Estado Brasileiro não restou outra atitude senão agirem dentro das regras do estado democrático do direito nesta ação condenatória do ex-presidente Lula.

O Brasil decente espera um novo tempo para nossa nação. Um tempo em que, qualquer criminoso seja tratado como tal perante as Leis, respeitando-se o devido processo legal e todas as suas garantias. O Brasil decente não admite cidadãos separados por classes, exige que "todos" se comportem com respeito as Leis e suas instituições democráticas, e, caso haja recusa no cumprimento dessas leis, principalmente por parte de poderosos, que nossas Leis os alcance esteja onde eles estiverem e os puna.

Ainda há um longo caminho, mas, com esta ação envolvendo a condenação de um ex-presidente corrupto (Luís Inácio Lula da Silva), o Brasil respira um pouco melhor.

Nenhum comentário: